Topo
K-Pop Pop Pop

K-Pop Pop Pop

Rewind: Top 10 melhores episódios de RUN BTS

Camila Monteiro

09/11/2019 20h49

Na seção rewind de hoje não trago um apanhado sobre a carreira de nenhum idol mas sim uma lista com os melhores episódios do programa de variedades de BTS, o RUN. O programa foi ao ar pela primeira vez em 2015 e já está indo para o seu episódio número 90. O contexto da criação do show não é dos mais positivos, pois Bangtan sofreu uma série de boicotes dos canais de tv coreanos, com tratamento diferente por não pertencerem a nenhuma empresa grande (na época SM, YG e JYP ainda dominavam o mercado). Os tempos mudaram, BTS se tornou o fenômeno que é hoje, e ao invés de se submeterem aos programas que pouco se interessavam em acolhê-los, eles ganharam seu próprio show. E o que vemos no RUN? A resposta é: absolutamente tudo, principalmente jogos que não entendemos as regras – nem a gente e nem os membros – mas rimos do mesmo jeito. Nesses quase cem episódios que o grupo já gravou existem momentos inesquecíveis que se tornaram marcos na carreira memética de Bangtan. Abaixo listei 10 episódios essenciais para quem quer assistir (ou reassistir, pois é inevitável) o programa.

10. Park Jimin acaba sua amizade com Kim Taehyung (EP. 88)

O episódio mais recente da lista é também um dos mais engraçados, com os membros precisando colar adesivos nas costas uns dos outros – cada um tinha um alvo específico – para ganhar no fim uma scooter. Jimin acreditando em Taehyung, mestre na arte de enganar nos jogos, Jin roubando os adesivos de Jimin e sofrendo as consequências e a ira de Chim Chim, Jungkook correndo mais que Usain Bolt e quase matando o câmera que o acompanha, Yoongi se escondendo pelos cantos tal qual um gato… são tantos momentos engraçados que é preciso ver umas três vezes para absorver esse entretenimento de qualidade.


9. Quando a palavra proibida do Hobi era… rir (EP. 65)

Hobi é sem dúvidas uma das melhores coisas que acontece no Run, de forma geral, pois ele faz os melhores efeitos sonoros além de ter medo de muita coisa (montanha russa, zumbis, sustos em geral). No programa que eles selecionam palavras proibidas para os membros dizerem caso contrário eles levam água na cara, Bangtan se uniu e sacaneou o Sol, proibindo ele de rir. Ou seja, cada vez que Hobi ria, ele levava um jato de água na cara. Mais engraçado que isso só fato de ele demorar para perceber que rir era a "palavra" proibida dele. O vídeo abaixo define perfeitamente o momento: Hoseok levando jato de água na cara e o restante de BTS rindo por 3 minutos. Dê o play e melhore o seu dia instantaneamente:

8. Ah o Karaoke… (EP. 56)

Sempre que tem karaoke no Run é a certeza de caos generalizado, coreografias insanas, perucas, tiaras e outros objetos duvidosos além de Namjoon provavelmente quebrando alguma coisa (geralmente o microfone). Considero o vídeo abaixo um dos auges no karaoke pois Yoongi estava 100% indisposto enquanto todo mundo cantava e dançava, até que na vez dele tudo muda, ele escolhe uma música emo-anime-rock-asiático-trilha-de-filme e nos entrega uma performance maravilhosa, cheia de drama e muitos berros. Performer do ano Min Yoongi.


7. Porque ver pessoas caíndo é infelizmente muito engraçado (EP. 84)

Só de lembrar desse episódio eu to aqui digitando e rindo, principalmente com Kim Taehyung caindo várias vezes e virando meme por toda a internet. Se karaoke é certeza de sucesso, as idas aos parques aquáticos também trazem sempre conteúdo de ótima qualidade e dessa vez foi além do esperado. Temos o já clássico Todos vs Jungkook, com todos perdendo, logicamente, além de muitas quedas, Jimin nadando fofinho, Jin e Yoongi tentando impedir o sucesso de JK – sem sucesso – além é claro de mais e mais quedas. Infelizmente ver outras pessoas caíndo é engraçado sim, Faustão taí pra comprovar que funciona. Quando é algum dos Bangtan fica ainda mais hilário (claro, só é engraçado quando ninguém se machuca).

6. LACHIMOLALA (EP. 41)

Provavelmente O maior meme já viralizado do Run, o episódio em que os membros colocam fones de ouvido e precisam ir passando a palavra adiante, sem ouvir direito o que foi dito, apenas com seus dons de leitura labial, já entrou nos grandes clássicos RUN BTS. E Park Jimin é a grande estrela do episódio por ser incrivelmente ruim lendo lábios e consequentemente entregando os resultados mais hilários possíveis. Como carbonara virou a icônica lachimolala? Só Cher sabe a resposta disso, o importante é que o Jin entendeu que Lachimolala é carbonara portanto, de alguma forma, o raciocínio do Jimin fez sentido.

5. A revolta de Kim Namjoon (e Jimin sendo Cultura Sonserina) (EP. 47 & 48)

Aqui temos um episódio que, honestamente, só é compreendido plenamente depois que vemos ele umas duas vezes no mínimo. Isso porque estamos diante de um jogo que se passa numa Vila imaginária, em que cada membro é um personagem com uma função (policial, padeiro, etc) e eles precisam descobrir qual deles está "infiltrado" no jogo como espião. Como previsto, a melhor parte do programa é quando as acusações começam e ninguém acredita no Jin. A dinâmica é engraçadíssima, Namjoon surtando é hilário – pois quase nunca vemos ele assim – e Jimin mostra com sucesso como ele é a mais pura Cultura Sonserina.


4. A importância de pular no timing certo (EP. 33)

Que os integrantes de BTS se divertem muito juntos, isso já estamos cansados de ver e rir junto com eles, mas nesse episódio do Run eles foram além e literalmente se jogaram no chão de tanto que eles gargalhavam. Isso porque, em pares, eles precisavam pular no tempo certo e fazer uma pose para câmera (feliz, triste, brabo, etc). A expressão era a parte mais fácil, porém pular no timing se mostrou uma tarefa bem mais complicada do que o previsto, principalmente pros hyungs do grupo Jin e Yoongi. As dezenas de tentativas frustradas geraram fotografias engraçadíssimas e passamos a maior parte do episódio tentando não engasgar rindo de toda situação.


3. Cachorros e todos apaixonados por Miri (EP. 23)

Cachorros e BTS. O que pode ser melhor que essa combinação??? R: Nada. Nesse episódio os integrantes competem para ver quem tem mais sucesso com seus cachorros adestrados. O início já é extremamente fofo com os próprios cachorros escolhendo cada membro, em seguida eles treinam todos juntos e o Run sempre nos mostra como Bangtan é engraçado naturalmente. O fato de Adam, o cachorro do Jin, não obedecer ele jamais deixa o episódio ainda melhor. Miri, a poodle de Jungkook, acaba conquistando o coração de todo mundo, membros e público. É daqueles episódios que trazem uma paz e são ótimos de rever sempre que a gente não está num dia bom (eu já vi mais de quinze vezes).

2. Zumbis e Hobi perdendo sapato (EP. 24)

Esse episódio tem um lugar especial no meu coração pois foi o primeiro que assisti e teve uma importância grande em estabelecer uma conexão maior com cada integrante do grupo. Todos brilham mas Hobi, novamente, é o destaque do episódio, principalmente no início quando ele perde o sapato. É cada berro, corrida, susto. Jimin, Hobi, Jin e Yoongi são claramente os mais medrosos e portanto o melhor entretenimento. Enquanto isso Jungkook, Tae e Namjoon praticamente viram amigos dos zumbis. Taehyung elogiando a atuação de um deles é um grande momento.

1. TOMATO!!! (EP. 31)

O clássico dos clássicos. De todos os 89 episódios do programa, não existe nada que defina melhor o que é o Run do que o episódio do Tomato. E obviamente esse não é o nome nem a descrição do episódio, mas é como 99% das pessoas lembram desse famigerado dia, em que BTS teve que cantar a música do Tomato e simplesmente não conseguia (é uma música clássica de crianças e eles precisavam lembrar da letra, o que claramente não aconteceu). A frustração dos membros, a irritação do Jimin, Jungkook praticamente dormindo em pé, Yoongi apresentando e se divertindo com o fracasso alheio, o entusiasmo inicial de Hobi e Namjoon desaparecendo a cada erro somado, tudo é entretenimento da mais alta qualidade. O impossível é conseguir tirar a música do Tomato da cabeça. Boa sorte.

Sobre a autora

Camila Monteiro é jornalista e estudante de doutorado em música, mídia e fandoms. Ama cultura pop e é muito fã de Bangtan. Sua vida se divide em antes e depois que ela viu Park Jimin na sua frente.

Sobre o blog

Nesse espaço discutiremos o Universo Kpopper: fandoms, bandas, debuts, disbands, MVs, álbuns, tours, coreografias, Coréia e tudo que o K-Pop nos oferece. Entre visuals, rappers e vocalistas, ultimates e bias wrecker estabelecido(a)s, vamos refletir sobre as diferentes gerações do pop coreano, a influência na moda, beleza, cultura e como o K-pop muda a vida das pessoas.

KPop Pop Pop