Topo
K-Pop Pop Pop

K-Pop Pop Pop

Supergrupo da SM com Taemin, Baekhyun, Kai, Taeyong, Ten, Lucas e Mark? Oi?

Camila Monteiro

02/08/2019 15h00

Baekhyun (EXO), Taemin (SHINee), Kai (EXO), Taeyong (NCT127), Ten (WayV), Lucas (WayV) e Mark (NCT 127)

Há umas duas semanas eu estava passando os olhos pela timeline quando avistei um tuíte falando sobre essa possível mega-unit, pois os idols estavam todos reunidos num mesmo local, o que gerou especulação por parte da mídia coreana. Como todos, em tese, dividem o mesmo prédio para treinar, eu resolvi não acreditar nessa fanfic, muito por realmente parecer plot de uma fic, visto que todos os envolvidos são fan favorites. Pois hoje acordo com a notícia de que, de fato, a SM vai lançar no segundo semestre – eles soltaram uma nota que dia 8 de agosto disponibilizarão informações oficiais sobre – um supegrupo será lançado com Taemin (SHINee), Baekyun e Kai da EXO, Taeyong e Mark da NCT127 e Ten e Lucas da Wayv.

E o que pensar sobre isso???

Bom, como grande fã de Lee Taemin e dançarinos de forma geral, eu, assim como várias fãs de ambos, sempre quis ver ele numa parceria com Ten. Exímios dançarinos, os fandoms viviam pedindo uma collab, que enfim – espero – teremos agora. Lucas e Mark são dois dos melhores rappers da firma e, assim como o resto do supergrupo, bastante populares. Baekhyun e Jongin são pilares da vocal e dance line da EXO, e todos juntos são visualmente um combo dos sonhos. E por que, mesmo com todas essas qualidades, esse possível supergrupo nos deixa com uma pulga atrás da orelha? Eu diria que o sinal vermelho começa com as últimas novidades da SM, com polêmicas envolvendo maus tratos dos meninos da NCT Dream (Renjun especificamente). Além disso, NCT 127 ficou um longo período viajando em tour e todos os integrantes estavam nitidamente exaustos. Isso, somado a confusão em relação a WayV (seriam eles NCT ainda? viraram um grupo totalmente c-pop e desconectados da SM?), e principalmente o histórico péssimo da empresa com membros chineses (EXO perdeu 3 membros que processaram a SM e SUJU perdeu um, todos são chineses), fez com que fãs dos grupos se juntassem para pedir explicações oficiais que nunca vieram. A ausência de Lay – o último membro chinês que restou na EXO – também é sentida e as exol-s não entendem o porquê de criarem um novo grupo, ao invés de reunirem a EXO.

O fato de Taemin (acima temos um vídeo dele com o Kai) ter sido o último SHINee que não está no Exército, a EXO estar aos poucos indo servir e a NCT não fazer tanto dinheiro quanto a EXO fazia, podem ser as razões por trás desse megazord do kpop. Eu já falei anteriormente (nesse post aqui) sobre como o conceito da NCT, de criar um mega grupo com rotações de idols, sempre foi confuso, com conceitos mal esclarecidos e que, ao meu ver, não deu certo. Não à toa, ao separarem melhor as units (127, Dream e WayV), tudo começou a fazer mais sentido, com álbuns mais coesos e distribuição melhor de conteúdo para todos os integrantes, nos dando chance de conhecer cada um melhor, e assim, nos conectarmos. Conexão, pra mim, sempre foi o fraco da NCT. Muita gente, muitos talentos, muita coisa acontecendo e esse bonding necessário para se tornar fã faltava. Recentemente isso mudou, melhorou, e é possível perceber nitidamente em entrevistas recentes do grupo, onde eles estão bem mais soltos. Assim, é compreensível a discordância em torno do novo grupo, pois a NCT está deslanchando agora, assim como a WayV na China, e ambos os grupos sofreriam consequências com os principais membros ausentes.

Por se tratar de um combo de idols extremamente famosos eu achei que a reação dos fãs seria mais positiva, mas por enquanto a ideia não foi muito bem vista, apesar de todo mundo aguardar ansiosamente por Taemin e Ten:

Fãs da NCT já estão há algum tempo pedindo melhor tratamento aos membros, e agora com o supergrupo a revolta aumentou. Respeito individual é o que os fãs mais querem.

Alguns fãs, percebendo a onda de ódio contra a ideia do supergrupo, refletiram no tempo que os idols dedicaram para o provável projeto, principalmente porque todos estavam em tour e trabalhando com seus grupos/carreira solo. A maior indignação foi em relação a hashtag contra a SM que as fãs, irritadas, colocaram nos trending topics.

A junção das forças da SM fez com que fãs lembrassem que elas não são SMfãs e sim NCTfãs/EXOfãs. A briga entre fandoms é inevitável, principalmente com idols tão populares.

Exol-s clamam por solos há algum tempo, ainda mais após o alistamento de Xiumin e D.O. Jongin (Kai) é um dos mais pedidos e até agora nada…

As maiores reclamações envolvem falta de promoção dos comebacks e tratamento dos idols.

E a maior dúvida que fica é como serão as relações entre fandoms de grupos diferentes, que muitas vezes se unem por serem da mesma empresa, mas que agora terão que lidar com egos diversos:

Enquanto isso eu fui acompanhando todo caos se desenrolar, focada basicamente nisso aqui:

Ninguém sabe ainda o que de fato vai acontecer, mesmo porque a SM não soltou ainda nenhuma informação oficial, mas eu estou bastante curiosa, principalmente após essa reação bastante negativa – eu achei que seria o oposto -, sobre como esse supergrupo vai funcionar. A pressão não será pequena pois fandoms enormes estão envolvidos e os melhores dançarinos, rappers e cantores da firma também. Muitas questões a serem discutidas, mas isso fica para o próximo capítulo dessa saga, se é que ela se confirmará.

De qualquer forma, deixo aqui alguns vídeos mostrando o talento desse petit comité classe A do kpop:

Começo com ele, sempre ele, Lee Taemin com seu novo single japonês Fabulous. Sim, ele é fabuloso, perigoso, famoso, rei do drama em Tóquio.

Byun Bakehyun merece o universo por ter nos dado um primeiro álbum solo absurdamente bom. City Lights é, de longe, o disco que mais escutei no último mês, e UN Village um grande jam. A performance ao vivo deixa tudo ainda melhor:

Jongin, Kai, pouco importa como você chama essa benção em forma de idol coreano. Dê play no vídeo abaixo e me agradeça depois. De nada.

NCT U, uma das melhores coisas provenientes do conceito Neo Culture Technology, só lançou coisas excelentes, mas nada se compara ao duo Ten e Taeyong pedindo para gente não parar. Foi como eu descobri o Ten e até hoje agradeço por esse momento.

Mark Lee pode ser o mais novo do grupo mas o que não falta para ele é talento – ele é o melhor rapper que a SM já teve na minha opinião – e dom de funcionar em absolutamente todos os gêneros que jogam para ele. Aqui ele canta junto com Xiumin da EXO, mostrando que se tem alguém que vai funcionar nesse supergrupo é ele, que se adapta a tudo perfeitamente.

E por fim temos Lucas, que de todos, é quem menos tivemos chance de conhecer mais profundamente pois sempre apareceu pouco – e bem – nos MVs. Apesar de não ter tido o destaque que ele merecia, Lucas participou do Station e virou um dos grandes nomes da WayV, que eu já nem sei mais se é ou não uma unit chinesa da NCT (alô SM??? Ajuda aqui).

Como vimos, talento não vai ser o problema do supergrupo, resta saber que tipo de conteúdo eles vão promover e como a SM vai gerenciar tantos favoritos do público juntos. Boa sorte a todos os envolvidos (já aguardo ansiosamente as coreografias pois Lee Taemin e Ten não vão aceitar pouca coisa).

Sobre a autora

Camila Monteiro é jornalista e estudante de doutorado em música, mídia e fandoms. Ama cultura pop e é muito fã de Bangtan. Sua vida se divide em antes e depois que ela viu Park Jimin na sua frente.

Sobre o blog

Nesse espaço discutiremos o Universo Kpopper: fandoms, bandas, debuts, disbands, MVs, álbuns, tours, coreografias, Coréia e tudo que o K-Pop nos oferece. Entre visuals, rappers e vocalistas, ultimates e bias wrecker estabelecido(a)s, vamos refletir sobre as diferentes gerações do pop coreano, a influência na moda, beleza, cultura e como o K-pop muda a vida das pessoas.