Topo
K-Pop Pop Pop

K-Pop Pop Pop

A confusa NCT e o potencial da WayV

Camila Monteiro

23/04/2019 17h57

Assim que eu abri meu horizontes no universo kpop para além de BTS, um dos primeiros grupos que surgiu nas recomendações foi NCT. Logo, meu primeiro contato com eles foi através de Boss, provavelmente a melhor música do grupo. O problema foi tudo o que veio a seguir: entender o conceito, quantas pessoas tem (nem eles sabem, honestamente) e quais são as ramificações (units, solos, futuros membros). Em tese existem 2 diferentes grupos fixos: NCT 127 e NCT Dream, com a NCT U (unit) envolvendo membros de ambas e outros que agora fazem parte da WayV, que inicialmente seria NCT Vision e acabou ganhando um nome próprio para sua estreia na China.

NCT (reprodução/SM)

Se para as pessoas que acompanham o grupo é complicado entender a dinâmica e conceito, para quem não é fã a situação é ainda mais confusa: NCT 127 é só para membros nascidos em Seoul?? Por que Jungwoo entrou depois?? Mark e Johnny não nasceram fora? Depois que os novinhos da Dream fazem 18 anos eles mudam de grupo? O que esse membro está fazendo aqui? são dúvidas constantes que temos ao aprender mais sobre o grupo. Em resumo, NCT 127 é formada por membros nascidos em Seoul (apesar de ter Yuta e WinWin, nascidos no Japão e China respectivamente) e a NCT Dream são os novinhos (sub 18) que, ao envelhecerem, "passam de fase", se formam, e entram em outra unit. Alguns membros ficam numa espécie de limbo, e foi exatamente isso que aconteceu com Ten e Lucas, figuras centrais na WayV, que anteriormente orbitavam na NCT U e adquiriram grande popularidade apesar de pouca exposição (eles são super carismáticos e isso é essencial num grupo enorme como a NCT).

Meu segundo contato com NCT foi no vídeo acima, com o single 7th Sense, que segue sendo uma das minhas músicas preferidas deles. Ali eu conheci Ten e fui atrás de conteúdos e informações sobre ele. Logo descobri que ele era um exímio dançarino, tinha lançado um solo – a excelente Dream In a Dream – e não fazia parte de nenhuma unit pois ele é tailandês, ou seja, não poderia pertencer ao grupo de membros de Seoul (acho xenofobia sim) e nem na Dream com os novinhos pois ele nasceu em 96.  Apesar de não ser fixo em nenhum grupo, Ten lançou o sucesso Baby don't stop em parceria com Taeyong, a figura mais onipresente da NCT. Ele é provavelmente a pessoa que você vai lembrar depois de ver qualquer MV do grupo pois ele praticamente começa todas as músicas e tem muito mais tempo de tela que a média.

Ten finalmente está tendo seu momento para brilhar agora que a WayV existe. Inicialmente o grupo seria chamado NCT Vision, a unit chinesa da NCT, porém resolveram separar completamente um grupo do outro, o que eu particularmente acho uma ótima ideia. A NCT, como vimos, é suficientemente confusa e essa separação abre um universo de novas possibilidades e criação de identidade própria.

Em janeiro desse ano eles lançaram um MV para uma música inédita deles, a Dream Launch que foi uma boa introdução para o grupo, diferente das versões de Regular (a terceira, já que NCT 127 tinha lançado em coreano e inglês) e Come back (já lançada anteriormente em coreano). Ficar lançando versões em mandarim de tudo que a NCT 127 fizer é uma péssima ideia e eu espero que a SM/Label V entenda que WayV tem todo potencial para deslanchar sozinha, com material próprio e não funcionar apenas como um Google Translator da NCT 127.

WayV em fotos promocionais do lançamento do grupo (reprodução/SM)

Os sete integrantes do grupo são muito talentosos e contam com uma combinação de membros que a gente já conhecia anteriormente em units da NCT como Ten, Lucas e WinWin e rostos novos como Kun (a gente sabia que ele ia debutar um dia, finalmente aconteceu), Xiaojun, Hendery e o maknae YangYang. Enquanto eles não debutam oficialmente – sim é muito estranho eles terem lançado já MVs e dance practices mas não terem debutado, isso é cultura SM – foi lançada uma série intitulada Rainbow V com os membros separados em grupos nos apresentando o que eles fazem de melhor. Dali saíram 3 ótimos vídeos: Kun e Xiaojun mostrando suas vozes belíssimas (Xiaojun toca muito bem violão), Lucas, Hendery e YangYang sendo jovens e dançando Post Malone e finalmente minha combinação preferida, que falei anteriormente aqui, Ten e WinWin numa dança contemporânea linda de Lovely, canção hit do Khalid com a Billie Eilish.

  • Kun & Xiaojun

  • Lucas, Hendery & YangYang

  • Ten & WinWin

Agora nos resta esperar um debut oficial e ver se WayV vai conseguir ter vida própria fora do Universo NCT. Potencial e talento já sabemos que os membros possuem, além de muita vontade pois metade do grupo já tinha mostrado as caras anteriormente, resta saber se a SM vai investir num mercado novo e riquíssimo como é o chinês para assim termos, de fato, um dream launch.

 

Sobre a autora

Camila Monteiro é jornalista e estudante de doutorado em música, mídia e fandoms. Ama cultura pop e é muito fã de Bangtan. Sua vida se divide em antes e depois que ela viu Park Jimin na sua frente.

Sobre o blog

Nesse espaço discutiremos o Universo Kpopper: fandoms, bandas, debuts, disbands, MVs, álbuns, tours, coreografias, Coréia e tudo que o K-Pop nos oferece. Entre visuals, rappers e vocalistas, ultimates e bias wrecker estabelecido(a)s, vamos refletir sobre as diferentes gerações do pop coreano, a influência na moda, beleza, cultura e como o K-pop muda a vida das pessoas.

KPop Pop Pop