Topo
K-Pop Pop Pop

K-Pop Pop Pop

BTS faz história ao se apresentar no SNL

Camila Monteiro

2014-04-20T19:18:04

14/04/2019 18h04

BTS na tradicional foto para o SNL (reprodução/twitter @nbcsnl)

No ar desde 1975, o Saturday Night Live – SNL – é um dos programas mais importantes da tv americana, tanto por ser plataforma de grandes comediantes que começaram ali quanto pelas performances semanais de atores e cantores que estão no seu auge. E nesse último sábado BTS não apenas fez seu comeback stage no palco do SNL, como fez história; eles foram os primeiros coreanos a se apresentarem no programa. Eu diria que mais do que isso, eles conseguiram fazer duas excelentes performances em um palco que é conhecido por ser difícil – seja pela acústica ou tamanho – de mostrar o melhor dos artistas. É louvável um grupo de sete pessoas ter conseguido se apresentar em um palco tão pequeno de forma tão natural.

Como de costume no programa, os acts musicais se apresentam duas vezes e BTS foi inteligente ao apresentar duas músicas com pegadas bem diferentes que mostram facetas opostas deles; primeiro tivemos o lançamento ao vivo de Boy With Luv, com todos eles usando ternos pretos, fazendo uma linha mais sofisticada e o melhor de tudo, cantando ao vivo com uma banda. Achei particularmente interessante que eles convidaram Melanie Fontana – uma das autoras da música – para fazer os backing vocals. Durante a performance era possível ver a felicidade dela de estar ali. Felicidade essa que foi o tom de toda a primeira performance. Todos os membros do grupo pareciam muito contentes e soltos no palco, algo que já tínhamos percebido ao ver o MV, lançado na última sexta. O MV inclusive, bateu o recorde de vídeo mais visto no youtube em 24 horas, com mais de 78 milhões de visualizações. Nesse momento (domingo, 17h no Brasil) o vídeo já soma mais de 120 milhões de visualizações e caminha para bater ainda mais recordes na plataforma.

O grande destaque da performance de Boy With Luv para mim foi realmente o fator banda ao vivo. Nos programas coreanos estamos acostumados a grandes produções, cenários, luzes e câmeras com ângulos perfeitos. Aqui não temos isso, embora o trabalho de câmera tenha melhorado consideravelmente na América, ainda não chega no nível asiático. Em compensação tivemos banda e microfone na mão, dois fatores que mudam completamente o tom da performance. Abaixo temos a performance do single novo do grupo:

Por serem os primeiros coreanos a se apresentarem no programa, foi interessante acompanhar a hashtag #BTSxSNL no Twitter e perceber a importância que essa representatividade tem na vida das pessoas. Muitos coreanos/segunda e terceira geração de coreanos que moram nos Estados Unidos, independente de serem ou não fãs de Bangtan se mostraram contentes e até mesmo emocionados ao verem um grupo com a cara deles no Saturday Night Live, um programa já tradicional nos EUA. Isso tem um valor ainda maior nos dias de hoje em meio a Donald Trump, muros e crescimento da xenofobia de forma geral no mundo. Foi bonito ver as pessoas postando fotos de familiares gravando as performances e se orgulhando de um momento que, como podemos ver, levou mais de 40 anos para acontecer.

A segunda performance do grupo foi com o maior hit deles na América até então, MIC Drop, música que eles relançaram um remix em parceria com o DJ Steve Aoki, no fim de 2017 e faz parte da era Love Yourself. Com um conceito urban, roupas streetwear e uma coreografia mais pesada, a música mostrou o talento que eles têm com a dança. O grande destaque da performance é o break dance no fim – Jungkook e Jimin estão de parabéns – e o fato de eles terem conseguindo fazer essa performane funcionar num palco tão pequeno.

Como em todo fim de performance de BTS em programas americanos, vários comentários de "quem é o de cabelo rosa???", "quem é esse de terno preto??", "esse que jogou o microfone quem é?" surgiram e foram devidamente respondidos pelas milhares de fãs do grupo que, obviamente, já tinham colocado em #1 lugar nos trending topics do twitter a hashtag #BTSxSNL. Entre tuítes e muita espera para ver as performances, em um dos vários breaks para comerciais – eu não lembrava a quantidade de propaganda que os americanos são obrigados a ver a cada programa de tv – foi confirmada a participação de BTS junto com Halsey no BBMAs, Billboard Music Awards, que acontece dia 1 de maio. Vai ser a estreia ao vivo da parceria entre os artistas que já são amigos há algum tempo.

A participação de BTS no programa foi um sucesso e ajudou a desmistificar a ideia de que grupos de pop coreano são robôs incapazes de cantarem ao vivo. Em tempos de muros e ódio com o diferente, é extremamente importante ver um grupo sul-coreano cantando em coreano no horário nobre americano. É ocupando esses espaços e fazendo história que os estigmas e preconceitos com o kpop vão aos poucos diminuindo.

Sobre a autora

Camila Monteiro é jornalista e estudante de doutorado em música, mídia e fandoms. Ama cultura pop e é muito fã de Bangtan. Sua vida se divide em antes e depois que ela viu Park Jimin na sua frente.

Sobre o blog

Nesse espaço discutiremos o Universo Kpopper: fandoms, bandas, debuts, disbands, MVs, álbuns, tours, coreografias, Coréia e tudo que o K-Pop nos oferece. Entre visuals, rappers e vocalistas, ultimates e bias wrecker estabelecido(a)s, vamos refletir sobre as diferentes gerações do pop coreano, a influência na moda, beleza, cultura e como o K-pop muda a vida das pessoas.