PUBLICIDADE
Topo

Melhores de 2019: Singles do Ano (Grupos)

Camila Monteiro

07/12/2019 14h50

Depois de trazer a lista com os melhores singles de idols solistas, listo hoje os melhores singles lançados esse ano por grupos.

#10 Wonderland – ATEEZ

Logo de cara Hongjoong já nos avisa: Todos os olhares estão neles agora. Grandiosa, ousada e perfeita para fechar essa primeira era da ATEEZ, Wonderland tem todas as características de uma grande canção de kpop. Todos os membros conseguem brilhar e a narrativa da música e do MV encerra um capítulo marcado por descoberta e sucesso.

#9 Deja Vu – Dreamcatcher

Embora esquecida por muitos, Deja Vu foi uma das canções que ficaram comigo depois de um ano cheio de lançamentos. Como estamos falando de Dreamcatcher, o que não falta é talento e muito conceito. O mais interessante foi trazer um som fora da curva perto do que estamos ouvindo nos dias de hoje nos grupos femininos. O MV deixou uma música boa ainda melhor, bastante dramático e nos contando uma história que a gente fica interessada em saber como vai acabar. A música parece saída de uma trilha sonora de video game, assim como toda estética do vídeo. Deja Vu flerta com o rock de uma forma peculiar e é sem dúvidas uma música marcante e com uma produção que chama atenção.



#8 Kill This Love – BLACKPINK

RAMPAMPAMPAMPAM in your area. Embora o sucesso de Blackpink na Coréia não se compare com a força delas aqui fora, Kill This Love fez bastante sucesso, apesar da tarefa difícil de virar a página do gigantesco hit que foi DDU-DU DDU-DU. Ambas as músicas possuem algumas similaridades, principalmente na coreografia, porém aqui Jennie, Lisa, Rosé e Jisoo parecem mais confortáveis nos papéis de guerreiras do kpop. A música é provavelmente o maior hit de kpop nas boates pelo mundo e não poderia ficar de fora da lista.

#7 Miroh – Stray Kids

2019 foi um ano interessante e estressante para as stays, fãs de Stray Kids. O grupo teve uma série de excelentes comebacks estabelecendo a fase Clé como uma das mais experimentais e diferentes da indústria. Se Side Effects foi meu single preferido, Miroh abriu essa etapa importante no crescimento do grupo, que infelizmente viu a saída de um de seus melhores membros, o Woojin. Até agora não temos grandes explicações sobre a saída dele além de rumores, porém segue sendo uma grande perda, considerando que SKZ é um grupo basicamente de rappers com alguns vocais essenciais, entre eles o do ex-membro (que era a minha voz preferida do grupo). Fiquei em dúvida se colocava Miroh ou Side Effects na lista mas pelo contexto e importância em abrir esse caminho, optei pela primeira. Miroh abre a fase de experimentos e muito EDM, de qualidade, da SKZ com maestria.

#6 Run Away – TXT

Quem está trilhando um caminho muito bem sucedido desde seu debut no início do ano, é a TXT, ou textinhos como costumo chamar carinhosamente. O grupo lançou dois discos cheio de músicas boas, mas o segundo, e completo o DREAM CHAPTER: MAGIC, mostrou que as expectativas em cima do grupo fazem todo o sentido. Run Away é um pop rock que remete ao início dos anos 2000s, meio emo, meio pop, cheia de referências fantásticas e que fez a gente enxergar os meninos de forma bem diferente de CROWN e Cat & Dog, singles que haviam sido lançados no início do ano. Ver o quão ecléticos são os membros só agregou ainda mais valor ao single e disco. Muito curiosa para ver o que vem pela frente na próxima Era do grupo.

#5 Dalla Dalla – ITZY

Seguindo na onda de novatos extremamente talentosos, temos um dos debuts mais bem sucedidos dos últimos tempos em forma de DALLA DALLA das ITZY, novo girl group da JYP, casa das gigantescas TWICE. Assim como TXT é bem diferente de BTS, a JYP foi inteligente ao fazer as ITZY serem distintas das TWICE, com um conceito e som que não parecem cópia das idols da casa. DALLA DALLA bebe muito da fonte do amor próprio que foi amplamente disseminada por Bangtan em toda Era Love Yourself e que, nitidamente, influenciou uma leva de novas músicas falando mais sobre isso. A música em alguns momentos lembra muito Charlie XCX e é o que considero, pop perfection. Um pop para ninguém colocar defeito, aprender a coreografia e bater muito o cabelo. As vezes é só disso que a gente precisa, e as ITZY nos entregaram exatamente esse conteúdo.

#4 Fear – Seventeen

Se eu acho que um bubblegum pop é necessário de vez em quando, admito que meus singles preferidos geralmente são envoltos de muito drama, carão e notas alongadas. Fear é exatamente isso. A música mostra um outro lado de Seventeen, um grupo conhecido majoritariamente por fazer grandes jams entusiasmados e felizes como o o próprio HIT, também presente no ótimo disco An Ode. Porém Fear expõe que eles tem um poder performático muito acima da média, com coreografia diferenciada, afinal estamos falando de Seventeen, muita maquiagem e com Jeonghan fazendo uma das melhores pausas dramáticas/ASMR que já vimos no kpop.

#3 Fancy – TWICE

Fancy é a melhor música já lançada pelas TWICE e isso não é uma tarefa nada fácil para um grupo cheio de hits de muito sucesso. A música não apenas funciona sozinha, como foi divisor de águas nessa nova fase do grupo, agora mais adulto, menos aegyo, com as integrantes escrevendo e produzindo as músicas do disco. Por significar tanto na carreira delas, Fancy merece ser enaltecida. E também por ser genuinamente boa, com um refrão chiclete, uma coreografia fácil de decorar e reproduzir, e um conceito esteticamente perfeito, com cores, outfits, cenografia e MV que fazem jus ao momento da carreira delas.

#2 HIP – MAMAMOO

O que falar de HIP? Na verdade, a pergunta correta seria: O que falar de Mamamoo???? O grupo sempre foi um dos melhores do kpop, principalmente no quesito vocal. Solar, Hwasa, Wheein e Moonbyul são conhecidas por terem gogó de ouro, além de muito carisma. No entanto elas sempre foram muito criticadas por não dançarem, o que no kpop tem um peso considerável. Pois em HIP elas não só dançam como dançam muito, mostrando que possuem domínio em todos os aspectos necessários. Ver Hwasa como rapper novamente também foi uma grata surpresa. HIP é cheia de momentos interessantes, principalmente na ponte com Moonbyul e Hwasa. O conceito neon Suicide Squad do bem também foi um acerto. A música foi lançada há pouco tempo mas já mereceu o #2 lugar pelo impacto e performances ao vivo (pela primeira vez estamos vendo o grupo sem microfones na mão, e dançando muito mais do que o habitual).

#1 Boy With Luv – BTS

Não poderia escolher outra música para ocupar essa posição, do que o single mais vitorioso em programas semanais coreanos, passando PSY com sua inesquecível Gangnam Style. Boy With Luv tem um valor importante de ter sido lançada em um momento onde todo resto da indústria estava em outra direção. Essa é uma característica de Bangtan, de nadar contra corrente e redefinir o que veremos pela frente. O conceito todos de rosa, uma dança mais leve, e a participação da Halsey na canção, transformaram o single num dos maiores hits da carreira de BTS, tanto nos charts coreanos quanto nos internacionais (a música ficou em #8 na Billboard). Por ter uma coreografia mais simples, ela também viralizou e foi copiada por diversos grupos de cover e idols novos. OH MY MY MY é daqueles refrões que ficam na cabeça mesmo quando a gente não quer.

Menção honrosa:

Abaixo listei quatro músicas que apesar de não terem entrado no top 10, merecem uma lembrança por terem sido ótimos jams na carreira de seus respectivos idols.

Everglow – Bon Bon Chocolat

Melhor coreografia e refrão inesquecível. Bon Bon Chocolat merecia ter sido um sucesso muito maior do que foi.

NCT 127 – Highway To Heaven

A melhor música da NCT 127 é sem dúvidas Highway to Heaven, e espero que a SM invista em comebacks futuros nessa direção,

Monsta X – Who do u love?

O debut do Monsta X em inglês não poderia ter sido melhor. Na verdade poderia sim, se a empresa não tivesse colocado o French Montana no meio, mas não se pode ter tudo nessa vida e Who do u love? segue sendo uma das melhores músicas da carreira de MX. O que dizer de Joohoney cantando a la Michael Jackson???? Uma surpresa agradável demais.

WayV – Love Talk

A WayV é a cota C-pop desse blog, e merece muito esse lugar pois nos entregou um dos melhores jams do ano: Love Talk. A música lembra muito NSYNC no seu auge nos anos 2000, é conteúdo boyband raiz e da melhor qualidade. TOUCH ME TEASE ME FEEL ME UP. E a versão aqui é a chinesa pois muito superior, desculpa língua inglesa.

Sobre a autora

Camila Monteiro é jornalista e estudante de doutorado em música, mídia e fandoms. Ama cultura pop e é muito fã de Bangtan. Sua vida se divide em antes e depois que ela viu Park Jimin na sua frente.

Sobre o blog

Nesse espaço discutiremos o Universo Kpopper: fandoms, bandas, debuts, disbands, MVs, álbuns, tours, coreografias, Coréia e tudo que o K-Pop nos oferece. Entre visuals, rappers e vocalistas, ultimates e bias wrecker estabelecido(a)s, vamos refletir sobre as diferentes gerações do pop coreano, a influência na moda, beleza, cultura e como o K-pop muda a vida das pessoas.

KPop Pop Pop