Topo
K-Pop Pop Pop

K-Pop Pop Pop

Cheio de possíveis hits, Flourishing mostra a força de CHUNG HA

Camila Monteiro

2024-06-20T19:16:31

24/06/2019 16h31

 

CHUNG HA em cena de Snapping, novo single da cantora (reprodução/MNH Entertainment)

Hoje tivemos o aguardado comeback de Kim CHUNG HA com o mini álbum Flourishing. Composto por cinco faixas, o disco é a confirmação da cantora como uma das novas grandes forças do kpop mainstream. A faixa escolhida como lead single é Snapping, cujo vídeo abaixo mostra o combo de talento que CHUNG HA nos entrega. Apesar de ser exímia dançarina – ela é conhecida por ser uma das melhores dançarinas atuais – CHUNG HA mostra que funciona tanto com grandes hits pop bate cabelo como também com baladas que fazem uma linha trilha sonora de dorama (novelas coreanas). Além disso ela é belíssima e nessa nova era as stylists da cantora se superaram no bom gosto, com cabelo platinado, acessórios interessantes, roupas que funcionam muito bem no MV e que dão o tom "dona de tudo" que Snapping exige.

CHUNG HA ficou conhecida por fazer parte do reality show Produce 101 que é um dos programas de maior sucesso na Coréia. Ela fez parte do primeiro grupo formado lá, as I.O.I (nos anos seguintes o reality criou outros grupos de sucesso como Wanna One e IZ*ONE) e depois do término do contrato a cantora seguiu carreira solo. Carreira essa que vem numa crescente desde o sucesso de Roller Coaster e, mais recentemente, GOTTA GO. CHUNG HA é bastante carismática e dança muito. Uma das razões de eu ter prestado atenção nela foi através das dance practices que ela posta no youtube. Abaixo coloquei a minha preferida, de 7 rings da Ariana Grande.

Ariana que claramente é uma das inspirações de Kim CHUNG HA em Flourish, assim como a sul-coreana IU (Chung Ha já declarou diversas vezes gostar da cantora) . E podemos perceber isso ao escutar o novo disco. Flourish, canção que leva o nome do álbum, é toda cantada em inglês e poderia muito bem estar no Sweetner ou até mesmo no My everything, ambos discos da Ariana Grande que seguem uma linha similar. Até a voz de CHUNG HA em alguns momentos lembra a da cantora. Mas existe uma cor na voz dela que faz diferença e que ao ouvir repetidamente me deu a impressão de ser mais uma versão melhorada de um single da Ariana do que apenas uma mera cópia. A mensagem do disco merece destaque pois as músicas são bastante centradas em crescimento, independência e amor próprio, o que faz muito sentido na fase atual que a cantora vive, ganhando cada vez mais destaque num mercado difícil como o do kpop (principalmente para as mulheres que sofrem mais ainda com padrões de beleza absurdos e machismos cotidianos).

Das cinco músicas do disco, três são jams bate cabelo (Flourishing, Chica e Snapping) e duas são canções tipicamente dorameiras, com características mais locais (coreanas) e que lembram bastante o catálogo de IU.

Eu já falei diversas vezes por aqui mas sigo comprometida em frisar, sempre que possível, que considero a música que abre um disco essencial para fazer a jornada que estamos prestes a embarcar acontecer. Chica faz isso muito bem. Logo de cara CHUNG HA, cantando em três idiomas – coreano, inglês e espanhol – traz uma letra empoderada, falando diretamente com as "chicas", meninas desse mundo inteiro, e botando todas para dançarem e acreditarem em si. A música apesar de seguir o padrão latinidades que vemos em absolutamente tudo, seja Ásia ou Ocidente, tem características mais pop ocidental e lembra Little Mix no seu melhor. Ajuda muito ter um refrão chiclete que jamais sai da cabeça: Chica Chica si, you've got it all. Chica Chica si, you're beautiful.

Chica, Snapping e Flourishing são músicas que seriam hits se fossem cantadas por Ariana Grande ou Selena Gomez. CHUNG HA mostra que tem condição total de ser um nome forte não apenas no kpop mas na cena pop de forma geral. E achei ainda mais interessante que ela não fez o disco todo assim, com músicas radio-friendly para tocar em festa e mostrou que é também ótima com baladas e músicas mais românticas como Young in Love e Call it Love. Ambas prováveis candidatas para futuros doramas coreanos, bem música sofisticada de Lounge.

Flourishing além de ser um ótimo disco pop, também trouxe a cantora ainda mais confiante no palco, onde podemos ver (vídeo acima) que ela reina absoluta. Mesmo que você não saiba quem é CHUNG HA, provavelmente já viu alguma fancam dela por aí pois ela viraliza com frequência. Agora é esperar que não só as fancams dela viralizem, mas as músicas e vídeos façam o mesmo sucesso e ela atinja o potencial enorme que tem.

Sobre a autora

Camila Monteiro é jornalista e estudante de doutorado em música, mídia e fandoms. Ama cultura pop e é muito fã de Bangtan. Sua vida se divide em antes e depois que ela viu Park Jimin na sua frente.

Sobre o blog

Nesse espaço discutiremos o Universo Kpopper: fandoms, bandas, debuts, disbands, MVs, álbuns, tours, coreografias, Coréia e tudo que o K-Pop nos oferece. Entre visuals, rappers e vocalistas, ultimates e bias wrecker estabelecido(a)s, vamos refletir sobre as diferentes gerações do pop coreano, a influência na moda, beleza, cultura e como o K-pop muda a vida das pessoas.